sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Ainda Alfama

Chafariz de El-Rei

Os chafarizes de Alfama foram dois : o de Dentro e o de El-Rei. Era daqui que, durante séculos, que se provia quase toda a cidade de Lisboa.O Chafariz de El -Rei pode considerar -se a fonte pública mais antiga de Lisboa e a placa dá informações da sua já longa história. Pensa -se, porém, que já existiria no tempo do domínio muçulmano, abrindo, nessa altura, para o interior da cerca moura. e D. Dinis ter-lhe à feito modificações como, por exemplo, mudar-lhe o nome e mudar para o exterior da muralha. De águas abundantes utilizada para abastecimento da população e pelas tripulações dos navios ancoradas no porto , a grande  afluência , devida também ao grande crescimento urbano de Lisboa no século XVI, levou a contendas e brigas que obrigaram à tomada de providências para regular a sua utilização.: 
                                                                                
Neste período o chafariz possuía seis bicas de pedra com bocas de bronze, às quais se acrescentaram mais três depois depois depois das obras de reedificação em  1774. Segundo a determinação da edilidade ficaram assim distribuídas  :
 Na primeira bica, do lado poente, só podiam aguar cantarinhos, cântaros, quartas, pipas, dos homens de cor, livres ou não livres ( negros quer forros quer cativos, mulatos, índios e outros cativos do século masculino.  
Na segunda bica: mouros das galés, onde podiam servir- se os da primeira, se estivesse deserta a segunda.
A terceira e a quarta eram  destinadas para os homens e mulheres brancos. A quinta para mulheres negras, mulatas e índias forras ou cativas. Por último à sexta podiam ire mulheres e moças brancas de serviço.
Era uma  divisão por sexos, por etnias que nos mostra um pouco o quadro social de Lisboa quinhentista .
As infracções variavam igualmente conforme a quem fosse aplicada.Um desobediente branco pagaria uma multa e iria três dias para a cadeia, se fosse negro (homem ou mulher)  seria açoitado publicamente, com baraço e pregão, em volta do chafariz.
Depois do terramoto que o deixou bastante destruído, na sua reconstrução ficou apenas com três bicas. A água  que o abastecia já não ali não corre  e foi prosaicamente substituída pela água do abastecimento público.


                  

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Bairros de Lisboa: Alfama

     ALFAMA
Alfama

Alfama é o bairro mais antigo de Lisboa, uma espécie de museu vivo que encerra nas suas ruas estreitas e tortuosas o traçado urbano mourisco. O pitoresco e o monumental andam a par neste bairro e evocam Lisboa de outras eras.
Ruelas, becos, escadinhas,vielas, calçadas, travessas, largos e terreiros, pátios, postigos e arcos misturam- se com restos da primitiva Cerca Moura ,pedaços da muralha Fernandina e construções mais modernas.Se Alfama perdeu o  prestígio alcançado  como bairro da aristocracia
árabe e local de exibição das suas riquezas onde se situavam uns banhos termais de águas sulfúreas que atraíam viajantes ricos e oriundos de terras longínquas, ganhou em tradição e História. Segundo a tradição foi ali que D.João I nasceu ou morou e também , segundo Alexandre Herculano, ali viveu o grande defensor da independência portuguesa, na crise de 1383/85, o célebre Doutor João das Regras. 
Personagens célebres da nossa história estão ligadas a este bairro hoje mais conhecido pelas suas características populares e local de turismo.

Alfama


Esta placa toponímica assinala a judiaria,também conhecida por judiaria pequena, fundada por D. Fernando e extinta em 1496 no reinado de D. Manuel.
A porta de entrada situava-se no sítio do Alto do Rosário e era por ali que, ao toque das Avé- Marias , os judeus obedeciam à ordem de recolher obrigatório.

Na época medieval a população era  constituída, na sua maioria, por pescadores,e o traçado labiríntico e de estreitas ruelas, ajudou a estreitar os laços de solidariedade e entreajuda tão necessária na vida da gente do mar. 
Torre de S. Pedro, onde se supõe que estiveram presos os conspiradores contra D. João II,  Santo Estevão classificado como monumento nacional, Mosteiro do Salvador, Ermida dos Remédios, capela Setecentista, Chafariz de El-Rei são legados deste bairro igualmente conhecido pelo bairrismo das suas marchas . Mas Alfama é muito mais do que isso  e já foi considerado como " o bairro com mais carácter de Lisboa".

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Uma boa série de TV- The good wife

Está a acabar a 1ª temporada de uma boa série de TV. Vale a pena vê-la e acompanhar esta advogada que recomeça a sua vida profissional depois da prisão, por corrupção, do seu marido, ex procurador.





terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Cinema com os netos


Natal é altura de cinema infantil. Cumprindo a tradição levei os netos. O mais pequeno ia pela primeira vez e estava de olhos abertos de espanto. De um estado de semi adormecido passou a estar desperto e atento. Os avós recordaram tempos antigos e gostámos das novas tecnologias aplicadas aos filmes dos mais pequeninos.





























































































































































































































































































































































































































































































































am velhos tempos.

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

A minha casa nos Açores

Hoje fui "convidada" pelo meu professor a escrever sobre uma suposta casa adquirida na Madeira e que ele classificou como a mais bela ilha. O trabalho, como estudante aplicada, fi-lo mas recusei- me a aceitar escrever um elogio que acho exagerado. Comprei sim, em 1974,uma casinha em S. Miguel, ilha em que nasci,e, desde então,é lá que passo as férias, encontro a família e de lá são as fotos e o vídeo (da mais bela ilha portuguesa).